Mestre Oculto

MPES deflagra segunda fase da Operação Mestre Oculto

A operação contou com o auxílio do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) e do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

14/08/2018 13h38
Por: Redacão
Foto: Divulgação MPES
Foto: Divulgação MPES

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte) e da Promotoria de Justiça de Rio Bananal, deflagrou  nesta terça-feira( 14) a segunda fase da Operação Mestre Oculto - Eficiência, com o objetivo de dar seguimento aos trabalhos de investigação para desarticular um esquema criminoso para obtenção de diplomas de curso superior, visando especialmente à nomeação em cargos públicos.

A operação consiste, inicialmente, no cumprimento de quatro mandados de prisão temporária (prazo de 5 dias) e três mandados de busca e apreensão no município de Pinheiros. Um mandado de prisão foi cumprido em Linhares e outro em Pinheiros. Duas pessoas não foram localizadas e são consideradas foragidas. 

Participaram da operação os promotores de Justiça do Gaeco-Norte e 10 policiais militares do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES, com auxílio de policiais militares do 2º Batalhão da PM.  A operação contou com o auxílio do Grupo de Apoio aos Promotores (GAP) e do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias