CARNAVAL 2019

Confira 5 dicas de saúde bucal para cair na folia do Carnaval

De olho na saúde da boca, o cirurgião dentista Rogério Pavan, especialista em Biorreprogramação Bucal, alerta sobre alguns cuidados na hora de cair na folia e manter o sorriso em dia.

24/02/2019 14h05
Por: Redacão
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Bloco de rua, salão ou avenida, todos os locais são cenário para muita alegria e curtição na festa mais tradicional brasileira, o Carnaval. Para os solteiros de plantão a época é perfeita para a paquera, e a troca de beijos entre os foliões é a uma das cenas mais vistas neste período

De olho na saúde da boca, o cirurgião dentista Rogério Pavan, especialista em Biorreprogramação Bucal, alerta sobre alguns cuidados na hora de cair na folia e manter o sorriso em dia.

  1. O beijo é um canal direto de contaminação. Herpes e a mononucleose, também conhecida como “doença do beijo”, estão entre as ocorrências típicas do Carnaval. Mas como se tratam de doenças virais, elas podem ficar incubada por um determinado tempo e não se manifestar. A busca por um tratamento odontológico ou médico nesses casos é fundamental.
  2. O consumo de bebidas alcoólicas e o cigarro, aliado à não correta higienização dos dentes aumentam os índices de mau hálito e deixam a boca mais suscetível a desenvolver cáries. Gomas de mascar sem açúcar acabam sendo uma opção para neutralizar o ph da boca.
  3. A água se torna ainda mais importante durante os dias de folia. Além de hidratar o corpo, auxiliam na produção de saliva, protegendo os dentes da ação das bactérias cariogênicas, além de eliminar a sensação de boca seca.
  4. O fio dental e a escovação são os melhores amigos da saúde bucal. Os cuidados com a gengiva são fundamentais o tempo todo, já que a região é propicia para a formação de placas bacterianas. No caso da placa mais forte, aderida ao dente, somente um especialista conseguirá removê-las. “A gengiva também pode ser uma das portas de entrada de infecções ocasionando, em casos graves, até danos na coluna e em outras partes do corpo”, alerta o especialista.
  5. A saúde da boca está diretamente ligada com o equilíbrio do nosso corpo. “Problemas bucais podem interferir nos sistemas respiratório, bioquímico digestivo, esquelético, além de causar danos diretos na mastigação, fala e estética. Se existe uma disfunção da arcada dentária, todo o sistema é afetado e consequentemente doenças surgirão”, diz o especialista.

Sobre o especialista

Dr. Rogério Pavan – Cirurgião Dentista – CRO 60820

Ortopedia, Ortodontia, Reabilitação Oral, Apnéia, Ronco, Suplementação Hormonal.

Cirurgião dentista e especialista em Biorreprogramação Bucal é formado em Odontologia pela Universidade de Santo Amaro (Unisa).

Pesquisador das influências do emocional no desenvolvimento dos arcos dentários, criador do DARAA (Dispositivo Anti-Ronco e Anti-Apneia) e criador do POLIS (Placas Oclusivas Lisas).

Autor do livro “Biocibernética Bucal – Em Busca da Saúde Perfeita”, da editoria Madras

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias