Quinta, 29 de Julho de 2021
27 99868 6708
Geral SEGURANÇA

Feira de Rio Bananal terá policiamento reforçado

A pedido do parlamentar, o policiamento na feira da cidade será reforçado a partir das 9 da manhã

03/06/2021 08h47
Por: Redacão
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado Luiz Durão, presidente da Comissão de Segurança e Combate ao Crime Organizado da Assembleia Legislativa, promoveu uma reunião com autoridades políticas e de segurança para debater o aumento da insegurança na feira livre de Rio Bananal, que acontece aos sábados.

A pedido do parlamentar, o policiamento na feira da cidade será reforçado a partir das 9 da manhã. “Estamos em época de colheita, com grande número de forasteiros circulando pelos municípios produtores de café. Soubemos que algumas pessoas estão promovendo brigas, usando drogas em plena luz do dia e cometendo furtos”, destacou o deputado.

Na última semana, esse assunto foi pauta de uma reunião entre o parlamentar, a Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) e o presidente da Câmara Municipal de Rio Bananal, vereador Judaci Bolsoni. Os representantes do CDL Vanderlei Zanon e Margarete Camata lembraram que a crise econômica foi agravada pela pandemia e que os comerciantes precisam de mais segurança para trabalhar. “Os pequenos furtos são cometidos à luz do dia então além da crise econômica, os comerciantes estão sofrendo com a insegurança”, contou Margarete.

A falta de policiamento no município, principalmente na região de Bananal de Cima, também preocupa o prefeito da cidade Edimilson Eliziário. O vice-prefeito da cidade, Eristeu Giuberti, enfatizou que a presença da polícia na feira inibe e reduz esses problemas. Já a secretária municipal de Saúde, Andreia Siqueira, elogiou as abordagens que são feitas pelo Corpo de Bombeiros para controle sanitário e solicitou ao capitão Daniel, que na oportunidade representou o coronel Machado, que esse serviço seja ampliado. 

O delegado Fabrício Lucindo se mostrou sensível ao problema e destacou que além de ampliar o policiamento, os órgãos de fiscalização da prefeitura precisam atuar duramente nos estabelecimentos que estão promovendo aglomerações e confusões madrugada adentro, cassando os alvarás de funcionamento e quem estiver descumprindo a lei.

Mesmo reconhecendo a defasagem no efetivo da Polícia Militar hoje, o coronel Pio, comandante do 12° Batalhão da PM, se colocou à disposição para ceder um número ainda maior de policiais para atender a cidade nesse período de colheita. “O programa Estado Presente já contempla esse tipo de demanda, temos a patrulha rural que já está atuando nessa frente e vamos intensificar esse trabalho”, frisou o comandante.

Ele1 - Criar site de notícias