RIO BANANAL

Após ação do MPES, lavradores condenados são presos em Rio Bananal

Os dois foram condenados pela Justiça de 1º e 2º grau por terem matado Vitorino Mazolli, em 9 de fevereiro de 2012, mas recorriam em liberdade.

16/11/2018 13h44
Por: Redacão
Fonte: MPES
Foto: Divulgação MPES
Foto: Divulgação MPES

Os lavradores Estevão Mazoli e Laurindo Mazoli, pai e filho, foram presos na quarta-feira (14/11) atendendo a pedido do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Rio Bananal. Os dois foram condenados pela Justiça de 1º e 2º grau por terem matado Vitorino Mazolli, em 9 de fevereiro de 2012, mas recorriam em liberdade. 

Como a condenação dos lavradores foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES), órgão colegiado, o MPES, utilizando-se de entendimento do Supremo Tribunal de Federal (STF), requereu, em 25 de outubro deste ano, a decretação da prisão dos dois, a fim de que possa dar início ao cumprimento da pena imposta em regime fechado. Lauriano foi condenado a 21 anos de prisão, já Estevão a 19 anos e 9 meses de prisão. 

De acordo com inquérito policial, Vitorino Mazolli foi brutalmente assassinado a pauladas por Estevão Mazoli e Laurindo Mazoli, sobrinho e irmão da vítima, respectivamente, por desavenças envolvendo um desvio de água de uma represa na propriedade da vítima. O caso teve grande repercussão na região. 

Veja a denúncia

Veja a sentença

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias