Quarta, 12 de Agosto de 2020 17:34
27 99868 6708
Cidades LINHARES

Prefeitura de Linhares cria serviço odontológico de urgência cirúrgica e de alívio de dor durante a pandemia

O serviço funciona exclusivamente por agendamento telefônico do próprio profissional dentista das 35 unidades de saúde do Município

21/07/2020 15h04
Por: Redacão
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em meio à pandemia, alguns serviços de saúde precisaram ser suspensos para evitar a disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2), como os atendimentos médicos e odontológicos eletivos. Mas, pensando na demanda crescente dos pacientes, o diretor de Saúde Bucal da Prefeitura de Linhares, Itamar Teixeira, criou um novo serviço odontológico no Município.

É o Serviço de Apoio Operacional Complementar Cirúrgico e de Alívio de Dor, para dar suporte aos pacientes que passam por agudização, dos seus tratamentos descontinuados durante a pandemia, sejam eles públicos ou privados.

Este serviço funciona na Unidade Especializada Odontológica (UEO), no bairro Colina e realiza atendimentos cirúrgicos de extrações dentárias e curetagens de bolsas gengivais, de alívio da dor e por acesso ao canal do dente, para tratamento de manifestações de lesões bucais por Covid-19 e de biópsias de rastreamento do câncer de boca.

O serviço funciona exclusivamente por agendamento telefônico do próprio profissional dentista das 35 unidades de saúde do Município. Não é preciso que o paciente se dirija até uma Unidade de Saúde de forma voluntária, gerando aglomerações.

Além do novo serviço, os serviços odontológicos de urgência e emergência 24 horas no Hospital Geral de Linhares (HGL), mesmo com todos os desafios impostos pela Covid-19, continuaram inalterados.

“Sabemos a importância de dar assistência agora, porque,  na frente essa demanda acumularia e seria muito maior”, explica. “Pacientes com focos de infecção bucal, lesões bucais por Covid-19 e traumas de cabeça e pescoço, por exemplo, teriam problemas muito mais graves se esperassem para ser atendidos. Por isso mantivemos o funcionamento, pensando no bem estar da população.”

O objetivo era atender as demandas mais graves e evitar um déficit na saúde bucal da comunidade, de uma forma que garantisse tanto a segurança dos pacientes quanto a dos profissionais. Para isso, conta o cirurgião dentista, toda a rotina de trabalho no hospital precisou ser alterada, cumprindo as medidas de biossegurança necessárias para impedir a disseminação do vírus.

Proteção para todos

 “Garantimos a paramentação dos servidores com equipamentos de proteção individual [EPIs] nos atendimentos. Todos sempre usam proteção para evitar a exposição e a contaminação pelo vírus, garantir a proteção dos profissionais e do paciente. Mantemos, no máximo, uma dupla de profissionais no consultório durante o atendimento.”

Além disso, é respeitado o tempo de espera de 40 minutos para novo uso da sala de procedimentos, após o devido processo de desinfecção do ambiente e o efetivo controle do fluxo de acesso e atendimento do paciente, desde a entrada na recepção do hospital até a saída. A medida é necessária, pois um dos principais meios de circulação do vírus é pelo ar.

Urgência e emergência

Com as medidas, foi possível manter os atendimentos odontológicos de urgência também na Unidade Móvel e no horário estendido da USF Planalto, das 17h às 21h.

Nas unidades de saúde, as urgências são mantidas e priorizamos os atendimentos às gestantes, aos idosos e aos pacientes com doenças crônicas.

Em períodos de rotina normal, a odontologia ambulatorial é realizada nas 35 unidades básicas de saúde. Os procedimentos agendados não urgentes continuam suspensos, seguindo orientação do Ministério da Saúde, Portanto.

Somente entre abril e maio, foram encaminhamos 68  pacientes  para o HGL e feitos 163 atendimentos. No pronto-socorro foram 520  procedimentos relacionados à face e à saúde bucal. Antes da pandemia, a média mensal chegava a cerca de procedimentos 600 procedimentos, contando eletivos e de urgência/emergência.

“O que ocorreu agora foi uma diminuição dos eletivos e um aumento nos casos de urgência e emergência, mas mesmo assim alcançamos uma média mensal aproximada, apesar da pandemia”, destaca Itamar.

Escala

Para garantir que os serviços mantenham a mesma média, toda a equipe, formada por cirurgiões-dentistas e técnicos de saúde bucal, se mobilizou no sentido de aumentar a escala do pronto-socorro da odontologia.

“Uma coisa unânime na equipe é que todos estão satisfeitos em manter os atendimentos, mesmo enfrentando riscos diários”, complementa o dentista. “Sabíamos que as doenças bucais poderiam se tornar um problema mais sério no futuro e, portanto, era uma necessidade, e decidimos que o serviço seria mantido para cuidar das pessoas durante a pandemia.”

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rio Bananal - ES
Atualizado às 17h33 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 28°

25° Sensação
18.9 km/h Vento
62.6% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Sexta (14/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias