LINHARES

Prefeito de Linhares determina: “vamos suspender licença por tempo indeterminado de comércio que não fechar”

Depois de recomendar ação, que acabou não sendo cumprida principalmente nos bairros do Município, prefeitura tomou nova medida para evitar transmissão do coronavírus

22/03/2020 17h28
Por: Redacão
Foto: Divulgação Prefeitura de Linhares
Foto: Divulgação Prefeitura de Linhares

Após determinar na última quinta-feira, dia 19, o fechamento do comércio por 15 dias, em todo o município, tanto na sede como no interior, para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), o prefeito de Linhares Guerino Zanon decidiu na manhã deste domingo (22) endurecer a medida, determinando que se esses comércios não cumprirem a determinação poderão ter a licença de funcionamento suspensa por tempo indeterminado, ou até cassada.

Durante o período, apenas farmácias, supermercados, padarias, alimentação e cuidados animais, postos de combustíveis funcionarão normalmente. Os restaurantes, bares e similares, também deverão permanecer fechados, mas os que possuem estrutura poderão continuar vendendo produtos através do telefone ou das vendas online, por sites ou aplicativos, além do sistema de entrega (delivery).

Os estabelecimentos comerciais que não atenderem à nova determinação, poderão ter a licença de funcionamento cassado, reforça o prefeito. “Os agentes da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar estão nas ruas para poder fechar o comércio que não seguiu a determinação do decreto e, inclusive, notificando a Polícia Civil pois trata-se de crime previsto no código penal e na legislação federal. Em caso de reincidência será efetuado não apenas o fechamento, mas a cassação da licença de funcionamento por tempo indeterminado”, disse o prefeito.

A população pode denunciar os estabelecimentos que insistirem em ficar abertos. Os canais de denúncia são o 153 (Guarda Civil Municipal), 190, da Polícia Militar, e o 193, do Corpo de Bombeiros.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias