RIO BANANAL

Prefeitura de Rio Bananal publica decreto com medidas de prevenção ao Coronavírus

Decreto adotou medidas que devem ser cumpridas por todos os órgãos da administração pública, privada e a população.

20/03/2020 14h34Atualizado há 2 semanas
Por: Redacão

A prefeitura de Rio Bananal adotou medidas temporárias de combate e prevenção ao contágio do novo coronavírus no município. O prefeito Felismino Ardizzon assinou o decreto na quarta-feira (18).  O município possui um caso suspeito de Covid-19. 

Considerando todas as recomendações, o decreto adotou medidas que devem ser cumpridas por todos os órgãos da administração pública, privada e a população.

Entre as medidas estão a proibição de eventos (públicos ou privados), festividades, competições esportivas, capacitações e quaisquer eventos dessa natureza com público superior a 100 pessoas. 

Suspensão por tempo indeterminado, das atividades coletivas dos Serviços de Convivência e de Fortalecimento de Vínculos do CRAS, CREAS, Secretaria de Esportes e Lazer e demais estabelecimentos municipais.

Suspensão de visitas a Casa de Acolhida e a pacientes internados no Hospital Municipal Alfredo Pinto Santana. 

Os bares, restaurantes e similares deverão observar na organização de suas mesas a distância mínima de dois metros entre elas, evitando aglomeração de mais de uma pessoa a cada dois metros quadrado . 

A suspensão dos eventos religiosos em geral que envolvam os fiéis (cultos, encontros, missas, etc), realizados dentro das igrejas, templos, etc, que envolvam mais de 50 pessoas.  

O fechamento das academias de ginástica particulares e públicas, inclusive as localizadas em clubes e associações. 

Os comércios, bancos e demais instituições privadas deverão providenciar o controle da entrada de pessoas nos estabelecimentos comerciais, evitando aglomeração superior a 05 pessoas no interior de lojas menores como lotéricas, boutiques, Correios, Farmácias, Padarias, Etc., e evitando a aglomeração superior a 20 pessoas no interior de lojas maiores como Bancos, Supermercados, Lojas de Móveis e Eletros, etc., a fim de assegurar uma distância mínima de 03 metros entre pessoas.

As empresas de transporte coletivo deverão garantir que não irão transportar passageiros em quantidade superior ao número de assentos. 

A proibição de feiras livres, vendedores ambulantes, feiras agropecuárias, etc.;

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias