x

OLÁ

OLÁ

novo comando

Coronel Sartório assume comando da Polícia Militar do Espírito Santo

A decisão da troca foi anunciada no início da tarde pelo governador Renato Casagrande

19/11/2019 15h15
Por: Redacão
Foto: Hélio Filho/Secom
Foto: Hélio Filho/Secom

O coronel Márcio Eugênio Sartório assumiu, nesta segunda-feira (18), o posto de Comandante-Geral da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), no lugar do coronel Moacir Leonardo Vieira Barreto Mendonça, que deixa o cargo por motivos de saúde. A decisão da troca foi anunciada no início da tarde pelo governador Renato Casagrande, que acompanhou a solenidade de passagem do Comando, realizada no Quartel do Comando-Geral, localizado no bairro Maruípe, em Vitória.

“Queria agradecer ao comandante Barreto que prestou um serviço extraordinário. Uma pessoa séria, decente, trabalhador e que comandou com dedicação total a nossa Polícia Militar, essa grande instituição. A PM é uma das instituições mais respeitadas da nossa sociedade e quem a assume carrega toda essa responsabilidade. O coronel Sartório terá que exercer com muita dedicação e foi escolhido pelas características de Comando, pela experiência, pelo lado operacional, pela convivência e respeito da tropa”, afirmou o governador.

Casagrande ainda prosseguiu: “Temos necessidade de que a Polícia Militar interaja com a sociedade, que dialogue, se integre e que tenha sintonia com as demais forças de segurança estadual e federal. Triste pelo afastamento de Barreto, mas feliz por dar posse ao Sartório", disse.

A mudança no Comando já vinha sendo discutida há cerca de uma semana, desde que o coronel Barreto manifestou ao governador o desejo de se afastar do cargo para cuidar da saúde. A escolha de Sartório, que estava à frente do Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano (CPOM), se deu pelo fato de ter longa experiência operacional, grande lealdade e o respeito da tropa.

O novo comandante da Polícia Militar falou sobre a responsabilidade de dar sequência ao trabalho realizado pelo coronel Barreto. "Quem o conhece sabe exatamente do que estamos falando. Eu assumo com uma grande missão de representar a nossa tropa, que tenho certeza absoluta que é a melhor do Brasil", disse o coronel Sartório.

Na solenidade, o Subcomandante Geral da Corporação, coronel Aleksandro Ribeiro de Assis fez a leitura da alocução, uma carta de despedida de coronel Barreto ao deixar o cargo. Na carta, o coronel, que não pode comparecer à troca de comando, agradeceu aos oficiais e praças e ao alto comando da Polícia Militar. Ao governador Renato Casagrande, o coronel agradeceu a confiança e atenção dada à Corporação.

“Não só por ter confiado a mim tão nobre missão, num dos momentos mais desafiadores que a Polícia Militar já enfrentou nos últimos anos, devido a marcas dolorosas de um passado ainda vivo, mas também por sua liderança empática, estimulando sempre diálogos maduros com entendimentos necessários para superar dificuldades oportunamente. Não houve um momento sequer que o senhor deixou de ouvir os anseios que levei aos seus ouvidos, como Porta-Voz da instituição, valorizando meus argumentos, respeitando minhas posições institucionais voltadas à valorização concreta da tropa e, sobretudo, dando deferência, atenção e respeito ao que representa o Comando-Geral da PM”, disse na carta.

A experiência do novo comandante e o legado deixado por coronel Barreto foram lembrados pelo secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá: "Hoje fazemos uma passagem de comando por necessidade e temos que fazer um registro de reconhecimento da brilhante escolha do governador, quando nomeou o coronel Barreto como comandante-geral. Representou lealmente e com coragem a Polícia Militar do Espírito Santo. Ele passa o comando com resultados importantes, com a polícia sendo reconstruída, mas mesmo assim muito eficiente. O coronel Sartório foi comandante Metropolitano, tem muita experiência e tenho certeza que terá muito sucesso. Eu estarei à disposição para auxiliar no que for preciso".

Participaram da solenidade os secretários de Estado, Tyago Hoffman (Governo); Coronel Aguiar (Casa Militar); Davi Diniz (Casa Civil); além do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Cerqueira e o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Santos Arruda.

Curriculum

Natural de Cachoeiro de Itapemirim, o coronel Sartório é graduado no Curso de Formação de Oficiais com pós-graduação nos cursos de Instrutor de Equitação e Gestão em Segurança Pública.

Atuou no Regimento de Polícia Montada de dezembro de 1994 a julho de 2013, nas funções de chefe da seção de pessoal, de Planejamento e de Logística, comandante do 1º Esquadrão, subcomandante e comandante. Também foi diretor adjunto de Comunicação Social da PMES de julho de 2013 a julho 2015, comandante do 1º Batalhão, diretor de Saúde da PMES e comandante de Polícia Ostensiva Metropolitano.

Como esportista, o coronel Sartório também se destaca representando a corporação e o Espírito Santo no hipismo. Foi sete vezes campeão estadual e cinco vezes vice-campeão e bicampeão brasileiro militar e tem vários títulos em competições nacionais militares.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias