x

OLÁ

OLÁ

LINHARES

PC conclui inquérito sobre duplo homicídio em Linhares

O delito ocorreu no dia 30 de junho deste ano, no bairro Movelar.

02/11/2019 14h31
Por: Redacão

A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares elucidou um duplo homicídio ocorrido no município. As vítimas, Marcelo Almeida, dono de um estabelecimento alvo do crime, e Silvia Maria Ribeiro França, funcionária do local, foram mortos a tiros. O delito ocorreu no dia 30 de junho deste ano, no bairro Movelar.

O titular da DHPP, delegado Leandro Sperandio, explicou que a equipe de policiais civis prendeu os quatro suspeitos de efetuarem o duplo homicídio. Os investigados foram presos por envolvimento em outros crimes.

J.B.F.S., de 61 anos, foi detido nessa quarta-feira (30), no bairro Interlagos. N.M.S.J., de 28 anos, foi preso pela Polícia Civil do Estado de Goiás no dia 16 de setembro. “Nós informamos a localização do suspeito e os policiais civis de Goiás efetuaram a prisão. Ele viajou no mês de setembro e teve a prisão decretada por envolvimento em outro homicídio ocorrido em fevereiro deste ano, em Linhares. Os policiais identificaram o crime de furto de energia elétrica na casa dos suspeitos”, relatou.

O investigado L.V.S., de 21 anos, foi detido no mês de julho no município, após cometer um crime de roubo. Já L.S.R., de 28 anos, foi encontrado no dia 19 de setembro. Ele foi preso pelo crime de tráfico de drogas, no bairro Nova Esperança. As duas prisões ocorreram em ações conjuntas com a Polícia Militar (PMES). O responsável pelas investigações explicou que N.M.S.J. e o sogro J.B.F.S., são suspeitos de serem os mandantes do crime. Eles teriam contratado L.V.S. e L.S.R. para assassinar Marcelo Almeida.

“De acordo com as investigações, a motivação do crime está relacionada a um desacordo financeiro. A vítima fornecia produtos para o estabelecimento dos mandantes do crime. Eles acumularam uma dívida de cerca de R$200 mil em mercadorias que foram fornecidas por Marcelo. Eles realizaram algumas negociações e tentaram fazer um acordo, a respeito da compra de outro comércio no valor de R$500 mil que Marcelo teria adquirido dos dois mandantes”, explicou Sperandio.

O responsável pelo caso alegou que Marcelo queria descontar o valor da dívida de R$200 mil e o restante seria pago para os suspeitos em bens. “Os dois mandantes queriam receber a quantia em dinheiro. A proposta não foi aceita e a partir disso os suspeitos decidiram cometer o crime”, informou. O responsável pelo caso explicou que Marcelo foi morto na frente do próprio estabelecimento. Silvia era funcionária do local e não tinha envolvimento com os desacordos entre os suspeitos e a vítima.

O delegado acrescentou que os mandantes do crime procuraram duas pessoas para cometer o assassinato, mas que elas não aceitaram. “Nós identificamos essas pessoas e colhemos os depoimentos na delegacia. Uma terceira pessoa aceitou a proposta de cometer o crime, em troca de dinheiro. O primeiro valor oferecido foi de R$30 mil, mas o valor negociado não foi confirmado. Nós estamos investigando”, ressaltou.

Ao final das investigações foram concluídos cinco inquéritos. Os detidos foram indiciados por duplo homicídio qualificados. N.M.S.J. foi encaminhado a uma unidade prisional do Estado de Goiás e os outros três suspeitos foram conduzidos para a Penitenciária Regional de Linhares (PRL). 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Rio Bananal - ES
Atualizado às 11h20
24°
Muitas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 20°
24°

Sensação

9.1 km/h

Vento

80.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Moto Mais rentagulo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias